Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MAROUSSIA

Um pouco de mim... Sobre o que sinto, ouço, escrevo e gosto !!

MAROUSSIA

Um pouco de mim... Sobre o que sinto, ouço, escrevo e gosto !!

02.10.19

Num pequeno e frágil barquinho, faz-se o Pescador ao mar... 🙏


Maroussia

 

homem ao mar.jpg

” PESCADOR “

Num pequeno e frágil barquinho
faz-se o pescador ao mar,
leva consigo o ultimo carinho,
do filho que fica na praia a chorar.

Da mulher, sente ainda os abraços
e da mãe já velhinha o seu sorriso,
mas, é obrigado a cortar esses laços
pois o sustento da família, depende disso.

Faça sol, chuva ou tempestade
o pescador tem de tentar a sua sorte,
embora lembrando os seus com saudade
e por vezes, a ter de desafiar a morte.

As redes são lançadas à água
e sem que nunca se queixe,
sentido o gosto da mágoa
roga a Deus que tragam peixe.

Enquanto decorre a espera
ele pensa com amargura,
e quase se desespera
com esta vida tão dura.

Sempre que algo corre mal
e alguém se perde no mar,
ele interroga-se… afinal
para quê tanto lutar?

Mas se a sorte vem a favor
logo ele exalta de emoção,
há muito orgulho em ser pescador,
tem consigo, o gosto da profissão !

__®M.Cabral (autoria)
         (sob licença)

imagem by Pinterest

02.10.19

 Após 7 anos de "negação" !


Maroussia

                                            

14054040_1078754345523706_4529148367205612108_n.jp

Recordo quando te li este texto, como te emocionaste, mas eu sabia que tinha de escrever "isto" assim antes que fosse tarde demais. Hoje, senti algo fora do comum e eis que dou comigo a "mostrar" o que era nosso. Só vejo uma razão. Já é tempo demais para te " aprisionar "... Tens de viver só no meu coração, é lá que vou amar-te eternamente e onde ficarás junto à "saudade" ...💜🙏

” MÃE “

Olho embevecida aquele rosto
enrugado pelo passar do tempo,
muito marcado pelo desgosto
vencido e já quase sem alento.

Pobre mãe quanto passaste
para fazer de mim mulher
as orações que rezaste
para eu nunca me perder.

Tentei nunca te desiludir
fazendo o melhor que sabia,
pois só de te ver sorrir
já tinha tudo o que queria.

Trabalhavas sem parar
nem o cansaço te vencia,
para nunca me faltar
o nosso pão de cada dia

De mulher passei a mãe
tal como tu o foste um dia,
e como recordo bem
a tua imensa alegria.

Passaste de mãe a avó
de duas netas tão queridas,
jamais te sentirás só
estaremos sempre unidas.

E quando fores mais velhinha
e Deus te quiser ao Seu abrigo,
podes crer querida mãezinha
que parte de mim, vai contigo.

 

_®M.Cabral (autoria)