Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MAROUSSIA

Um pouco de mim... Sobre o que sinto, ouço, escrevo e gosto !!

MAROUSSIA

Um pouco de mim... Sobre o que sinto, ouço, escrevo e gosto !!

13.12.19

Esta Lisboa que eu amo. Linda antiga e bela, hoje nem tanto, o progresso pode ser "lucrativo" para alguns, a mim, destrói-me as memórias de infância


Maroussia

 

18555967_1336575039741634_4100804358155022068_n.jp                                                            imagem by internet

"Pregões de Lisboa"

Como recordo os meus tempos de menina
em que pelas ruas da minha velha Lisboa,
se ouviam belos pregões a cada esquina
em todos os bairros, de Alfama á Madragoa.

Com a mão na cintura passava a Varina
apregoava “quem quer sardinha” com voz forte,
logo gritava “olha o Século” o pequeno Ardina
a seguir o Cauteleiro “quem quer a sorte”.

Até a água também merecia o seu pregão
e aos Saloios ninguém pedia meças,
“água fresca” gritavam de bilhas na mão
que eles carregavam das fontes de Caneças.

Haviam ainda os “Moços de Recados”
que até mudanças eles faziam a pé,
e uns outros um pouco menos lavados
que davam pelo nome de “Limpa Chaminé”.

Até o Chinesinho que mal falava sequer
tinha a sua maneira de apregoar,
“glavatas" muito lindas quem as quer”
penduradas num pau para as mostrar.

Das velhas ou antigas tradições
da minha querida e saudosa Cidade,
são com certeza todos esses pregões
das muitas que recordo com saudade.

E se para alguns caíram em esquecimento
da minha mente jamais vão desaparecer,
recordo-os com carinho em cada momento
porque as Tradições de um povo não devem perecer...!!

®M.Cabral

13.12.19

Apenas porque me apetece abraçar o "Mundo"... nem sequer foi pré-concebido, digamos que ... um impulso !!


Maroussia



Um abraço aconchega, conforta, reforça sentimentos, demonstra afectividade, e todas as mais razões que todos nós já experenciámos... Aqui fica o meu abraço natalício, simples, todavia recheado de afectos e desejos, de que esta quadra, seja para todos vós o que esperam dela e que se puderem lhe dêem continuidade, ao longo de todos os dias das vossas Vidas. 

®M.Cabral