Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MAROUSSIA

Um pouco de mim... Sobre o que sinto, ouço, escrevo e gosto !!

MAROUSSIA

Um pouco de mim... Sobre o que sinto, ouço, escrevo e gosto !!

30.05.20

Um Diário pressupõe ser algo que se faz diariamente, logo, resolvi desistir por falta de tempo, desse blog em formato Diário. Pontualmente postarei aqui (para não se perderem) esses textos...apenas 12 em mais de 6 meses não justifica outro blog !!


Maroussia

21624459_f33Gz.png

 Texto de um Diário (falhado) 

** Um espaço que tenciono fazer de Diário, nem tudo escreverei mas, algo poderá ser lido e que me identificará como o Ser Humano que sou.

Diário sem dia, palavras soltas, que brotam de pensamentos espontâneos, sem cálculos, apenas palavras que, deixam a marca da minha passagem por aqui...

Volto amanhã? Não sei... Ninguém sabe... não pergunto... e saio sem saber !

 Hoje estou aqui amanhã... Quiçá...!!! **

 © M.Cabral 

26.05.20

O valor do tempo, quando antes não se valorizou...!!


Maroussia

pareco eu1.jpgimagem by net

Há imagens em que nos "revemos", esta é uma delas... 50 anos, únicos. Se pudesse escolher seria onde tinha parado. Saudades de tudo e de todas as pessoas que se cruzaram no meu caminho, valeram a pena...!

Acrescentaram-me sempre ensinamentos, até mesmo com as desilusões...! Precisava ter mais tempo, sempre tive pouco tempo, e o tempo passou num ápice. No "Banco" do Tempo, só temos débitos, nunca créditos... Não tenho idade, nem quero saber dos anos, apenas sei que agora tenho "tempo" ... a mais para trás e a menos para a frente...!!

®M.Cabral

25.05.20

Todo o "resto", é um invólucro efémero...!!


Maroussia

21676045_gNEjI (1).jpegimagem by net

As coisas mais belas que vida tem, não são "fruto" da forma como se "apresentam", nem sequer do nosso simples modo de as "olhar"...
mas sim, da forma como se "olham", através do nosso estado de espírito... porque a verdadeira beleza, vem sempre, de dentro para fora...

Todo o "resto", é um invólucro efémero...!!

®M.Cabral

23.05.20

O nosso primeiro amor, tem um encanto que o eterniza... !!


Maroussia

pamo.jpgimagem by net 

"Primeiro Amor"

Eram os nossos tempos vividos no liceu 
e assim que com o seu olhar me deparei,
meu coração de imediato ficou preso ao seu,
desde aquele momento, logo me apaixonei.

De recados, às escondidas faziam-se trocas,
os cadernos plenos de desenhos de corações,
no final dos “períodos” lá vinham as fracas notas
porque descuidávamos estar atentos às lições.

Quinze aninhos, Santo Deus quanta ilusão
que pressa temos nessa altura de crescer,
pensamos na vida somente com o coração
e não damos conta do temos para aprender.

É o nosso primeiro amor …
aquele que nos vai marcar para sempre
é vivido, avidamente com todo o nosso fulgor,
mas deliciadamente de uma maneira inocente.

Quando nos dão o nosso primeiro beijo
quase sempre nos apanham de surpresa
fica-nos na mente, por outro, o desejo,
e nos lábios, um doce gosto a “framboesa”.

Os nossos dedos sempre bem entrelaçados
caminhamos rosto colado e de mãos dadas,
com os nossos corpos muito bem enlaçados
e as frases, todas elas em amor, sempre acabadas.

Crescemos e é muito raro acontecer
ficarmos ligados a esse primeiro amor,
outros amores se acabam por conhecer
de novo voltamos a amar com o mesmo ardor.

Mas por muito felizes que sejamos
com uma nova vida plena de alegria,
quando pensamos nos nossos verdes anos
o primeiro amor, lembramos com nostalgia.


®M.Cabral

Ano

Relógio

Pág. 1/4