Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MAROUSSIA

Um pouco de mim... Sobre o que sinto, ouço, escrevo e gosto !!

MAROUSSIA

Um pouco de mim... Sobre o que sinto, ouço, escrevo e gosto !!

03.10.20

Gosto quando as noites se tornam "grandes", tenho a sensação que o Universo se acalma, numa "obscuridade" de encanto...!!


Maroussia

tumblr_o6h09qqbvE1uz4wmko1_640.jpgimagem by net

Gosto da noite, daquele escuro "estrelado"
talvez pela magia que tem, a fraca claridade.

Sobressai mais fortemente o espírito "alado"
à noite os sentidos têm mais intensidade.

A parte física, parece que é quase inexistente,
não passa de uma efémera matéria,

As sombras, são "almas" em estado fremente
e o real, passa a uma condição mais etérea.

Se outras mais razões não existissem
para ser uma notívaga tão sentida

Bastava que a luz das estrelas eu visse,
Para que à noite, ficasse sempre rendida !

 

@M.Cabral

22.06.20

Divagando... ao sabor de um tempo sem tempo !!


Maroussia

21635018_zcTkk.jpegimagem by net trabalhada

 Texto de um Diário (falhado) 

** Desde muito cedo, que me interesso pela "sustentabilidade" da vida humana, bem como, pelo seu comportamento. Concluí, (para mim) sem querer incutir coisa alguma, no espírito de quem quer que seja, que tal como o Planeta tem uma rotação que o equilibra, a nossa vida teria de ter algo cíclico, que nos desse algum equilíbrio, de modo idêntico.
E à medida que vou lendo, textos ou livros, com conteúdos nessa vertente, quase me capacito que estou (mera opinião) na "rota" que me levará a bom porto mas… depois entro em “colisão” !
Opsss… as dúvidas existenciais, são “tramadas”. Quando sou “assaltada” por alguns “pensamentos” estranhos, dou comigo a interrogar-me sobre, o quanto me consigo “equilibrar” nesses ciclos, querendo saber muito mais e ir mesmo ao cerne da temática em questão.
Assim, volto de novo ao célebre… “só sei que nada sei” (o que para mim é irritante) porque mais uma vez, a interrogação se manifesta na (im)pertinente pergunta…!!
Quem sou eu ? Contentamento e/ou aceitação de “todos” (claro que me refiro ao meu humilde Mundinho)? Não, de certeza (tamanha ousadia). Nem sequer de mim. Quiçá, de alguns poucos, e mesmo assim, serei ou não ?!
Se é importante para mim que o seja ? Penso que nem tanto assim… Basta-me ser quem sou, penso eu de que, mas logo volto de novo, à questão fulcral… afinal quem sou eu…?
Uma eterna interrogação, dentro do meu Ser!
E aqui tens meu amigo, uma outra forma de me conheceres. Sabes, no fundo o que eu queria mesmo, era poder saber o que pensas sobre mim… mas ficamos assim, porque assim tem de ser. Digamos que é o mais ético !

Despeço-me com um até amanhã… quiçá !! **

(algures em  2019)

®M.Cabral