Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MAROUSSIA

Um pouco de mim... Sobre o que sinto, ouço, escrevo e gosto !!

MAROUSSIA

Um pouco de mim... Sobre o que sinto, ouço, escrevo e gosto !!

03.09.20

Porque não "lutarmos" para que apesar de todas as contradições que a Vida nos impõe, tentar vivê-la o melhor que nos seja possível ?!


Maroussia

RERYEY.jpg

Sei que nos dias que correm,  não nos é fácil encarar a vida com o optimismo desejado. As tragédias com que somos confrontados,  mais nos colocam numa posição de repensar que, afinal a Vida não será aquilo que todos nós idealizámos.


Tomamos consciência de que nada somos, que de um momento para o outro tudo pára, tudo se modifica, até tudo pode acabar. Todavia, cruzar os braços, baixar a cabeça, fechar os olhos, de nada nos adianta, porque a vida vai continuando,  e nós vamos ter de a viver o melhor que pudermos.

Ao ler este belíssimo texto de Carlos Drumond de Andrade (um mestre de Sabedoria), pensei que seria apropriado transcreve-lo aqui, neste preciso momento, em que estamos mais fragilizados.

Se o lermos com muita atenção e meditarmos um pouco  sobre a sua "mensagem", penso  que  se  tornará muito mais  leve a  nossa maneira de encararmos o menos bom e, valorizar o que ainda conseguimos e podemos conservar, modificar e renovar.
 
®M.Cabral

"" De hoje em diante todos os dias ao acordar, direi :

Eu hoje vou ser Feliz !

Vou lembrar de agradecer ao sol pelo seu calor e luminosidade, sentirei que estou vivendo, respirando. Posso desfrutar de todos os recursos da natureza Gratuitamente. Não preciso comprar o canto dos Pássaros, nem o murmúrio das ondas do mar.
Lembrarei de sentir a beleza das árvores, das flores. Vou sorrir mais, sempre que puder. Vou cultivar mais amizades e neutralizar as inimizades.
Lembrarei de sentir a beleza das árvores, das flores. Vou sorrir mais, sempre que puder. Vou cultivar mais amizades e neutralizar as inimizades.
Não vou julgar os actos dos meus semelhantes ou companheiros. Vou aprimorar os meus.
Lembrarei de ligar para alguém para dizer que estou com saudades Reservarei minutos de silêncio, para ter a oportunidade de ouvir.
Não vou lamentar nem amargar as injustiças. Vou pensar no que posso fazer para diminuir seus efeitos. Terei sempre em mente que um minuto passado, não volta mais, vou viver todos os minutos proveitosamente.
Não vou sofrer por antecipação prevendo futuros incertos, nem com atraso, lembrando de coisas sobre as quais não tenho mais acção.
Não vou pensar no que não tenho e que gostaria de ter, mas em como posso ser feliz com o que possuo. E o maior bem que possuo é a  própria vida.
Vou lembrar de ler uma poesia e de ouvir uma canção, vou dedicá-las a alguém. Vou fazer alguma coisa para alguém, sem esperar nada em troca, apenas pelo prazer de ver alguém sorrir.
Vou lembrar que existe alguém que me quer bem, vou dedicar uns minutos de pensamento para os que já se foram para que saibam que serão sempre uma doce lembrança, até que venhamos a nos encontrar outra vez.
Vou procurar dar um pouco de alegria para alguém, especialmente quando sentir que a tristeza e o desânimo querem se aproximar.
E quando a noite chegar, vou olhar o céu, para as estrelas e para o luar e agradecer a Deus, porque...

Eu hoje fui Feliz ! ""
Texto de Carlos D. Andrade 

12.08.20

Uma narrativa por dia... !!


Maroussia

21660409_NfEe7.jpeg

                                Narrativa do Dia - "Escrever... quem "Sou" !!

Quer acreditem quer não, tenho uma postura de vida onde por vezes me julgo E.T. (É que isto de ser "gente", por vezes torna-se complicado)...!
Borrifo-me perfeitamente na opinião dos outros sobre mim. Claro que tenho em linha de conta, as que me são dadas pelas pessoas que considero.
Tanto me sinto "bem" numa tasca, como num restaurante de um chefe de estrela Michelin.
Não me preocupo com o politicamente correcto, mas sim com os "meus" valores educacionais familiares.
Aceito muito bem as críticas de quem faça melhor... não de quem faça menos ou pior.
Talvez pela minha filosofia de vida, não me preocupo com o que me possa "ditar ou apontar", a sociedade hipócrita em que estou inserida.
Beleza ? não sou linda de espantar, nem feia de meter medo, logo estou muito bem comigo mesma.
Sou simpática, comunicativa, tenho sentido de humor e gosto de ver pessoas felizes... sou amiga fiel e tento estar sempre no sítio certo, se alguém precisar de mim... !!
Esta "personagem", aqui descrita, sou eu (desnuda)... Quer seja de salto alto ou de chinelos, porque o meu melhor cartão de visita é... simplesmente, o meu "conteúdo" !!

®M.Cabral

02.08.20

Mais uma "narrativa" entre muitas... Analiticamente "escrevendo"... !!


Maroussia

21563907_4zvuW.jpegby net
"Narrativa do Dia" - Analiticamente "escrevendo"... !!

Nada melhor que um calmo dia de Domingo, para " divagar " e, sem dar-me conta, comecei a "escrevinhar", afinal a importância dos meus pensamentos, é sempre relativa, valem pelo que valem, mas... "retratam-me" um pouco !!

Por vezes dou comigo a pensar quão "complexo" é o Ser Humano. Gosto muito de observar o comportamento da Sociedade em que estou inserida (concorde ou não, faço parte de um todo).

Para tentar entender melhor o que me rodeia, optei por separar as "águas"...

Uns querem "tudo" e pouco têm... outros têm pouco e querem "tudo". Não seria mais consentâneo e profícuo, haver uma base mais determinante que seria (a meu ver)... o quanto baste ??!!
Claro que não me refiro à pobreza económica, (tema por demais extenso e delicado, que teria de ser "tratado" com muito cuidado e "generosidade") a minha " análise " (perdoem o nome pomposo, quem sou eu para analisar), recai mais no "estar" de cada um, nesta já referenciada Sociedade.
Uma guerra dos "Mundos" trava-se nesta "arena" a que damos o nome de existência. Fazem-se sobre-posições, que se tornam verdadeiros "atropelos", seja a que custo for para ser o... tal.
O que mais sabe, o que mais tem, o que mais vale, tudo corroborado pela palavra "status"...!
Isto é preocupante, porque se descartam valores morais, como educação, honestidade, sinceridade, carácter e atitude. Cada vez mais, deixamos de ser exemplo de virtudes, para os vindouros.

Haverá como inverter ? de todo que sim...! mas a minha pergunta persiste... haverá quem queira inverter ? Fica a dúvida no ar... !!


autoria de__ M.Cabral_pt®

24.02.20

Não será a Vida um... "remote controle"... ?? Pensem nisso !!


Maroussia

Depois de estar alguns dias ausente, só podia "trazer" comigo, algo de que gosto muito e que penso ter a ver com a minha "essência". Só identificando-me assim, consigo postar "algum" conteúdo, neste meu espaço... !!

®M.Cabral

 

Eu ando pelo mundo
Prestando atenção em cores
Que eu não sei o nome
Cores de Almodóvar
Cores de Frida Kahlo
Cores!

Passeio pelo escuro
Eu presto muita atenção
No que meu irmão ouve
E como uma segunda pele
Um calo, uma casca
Uma cápsula protetora
Ai, Eu quero chegar antes
Pra sinalizar
O estar de cada coisa
Filtrar seus graus

Eu ando pelo mundo
Divertindo gente
Chorando ao telefone
E vendo doer a fome
Nos meninos que têm fome

Pela janela do quarto
Pela janela do carro
Pela tela, pela janela
Quem é ela? Quem é ela?
Eu vejo tudo enquadrado
Remoto controle

Eu ando pelo mundo
E os automóveis correm
Para quê?
As crianças correm
Para onde?
Trânsito entre dois lados
De um lado
Eu gosto de opostos
Exponho o meu modo
Me mostro
Eu canto para quem?

Pela janela do quarto
Pela janela do carro
Pela tela, pela janela
Quem é ela? Quem é ela?
Eu vejo tudo enquadrado
Remoto controle

Eu ando pelo mundo
E meus amigos, cadê?
Minha alegria, meu cansaço
Meu amor, cadê você?
Eu acordei
Não tem ninguém ao lado

Pela janela do quarto
Pela janela do carro
Pela tela, pela janela
Quem é ela? Quem é ela?
Eu vejo tudo enquadrado
Remoto controle

Eu ando pelo mundo
E meus amigos, cadê?
Minha alegria, meu cansaço
Meu amor cadê você?
Eu acordei
Não tem ninguém ao lado

Pela janela do quarto
Pela janela do carro
Pela tela, pela janela
Quem é ela? Quem é ela?
Eu vejo tudo enquadrado
Remoto controle


Siga Adriana também nas redes sociais:
Site Oficial: http://www.adrianacalcanhotto.com/