Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


O inexplicável, não se explica... entende-se, pondera-se e aceita-se !!

Segunda-feira, 29.06.20

21668492_o4UV5.jpegImagem by net

 Texto de um Diário (falhado)

Olá meu caro "amigo" 

Desculpa a minha ausência (no fundo até descansaste um pouco de mim).
Não te esqueci de todo, aliás sabes que já não sei "viver" sem ti. Só que tenho andado um pouco "estranha", não diria que mal mas, menos bem.
Hoje, depois de jantar, fui a casa da filhota, para tomarmos café. Os homens para a sala da TV, em volta dos jogos, as mulheres ou seja a parte da minha prole feminina, na cozinha, em amena cavaqueira. A conversa daqui e de acolá, foi parar ao passado.
É curioso, como recordámos tantas coisas, boas e más, e à medida que a conversa foi fluindo, fomos "rebuscando" memórias e emoções.
Perdas, com lágrimas, lágrimas com "ganhos", nascimentos e vitórias, revivi de tudo um pouco.
Ri em determinadas "passagens" mas, também humedeci os olhos em outras.
Digamos que foram 3 horas como já ha muito tempo não vivenciava, sem telemóveis, sem tablets, sem tvs, sem computadores, como se o tempo tivesse "recuado". Em cima da mesa, apenas se viam chávenas de chá fumegante, um bule e um prato de biscoitos. 
Agora estando aqui para desabafar um pouco contigo, sinto-me mais plena, mais "aconchegada", porque nos dias que correm é tão difícil conseguir 3 horas, para simplesmente, apenas se conversar, e pensar que hoje isso aconteceu, enche-me a alma...!!

Agora vou descansar, se volto ou não amanhã não sei, mas volto... quiçá sine die !!

®M.Cabral

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Maroussia às 01:53

Resultado do "confinamento". O tempo dá para tudo o que antes, pouco nos permitia...pensar escrever, pintar, musicar. etc. Eu tenho diversificado, mas escrever mantém-me "viva"...Temos de nos adaptar a um novo modo de...Viver !

Segunda-feira, 15.06.20

 

















O que é o Amor... ??

Porque será que não tem definição, fala-se e escreve-se muito sobre o Amor (contra mim sou) todavia, é algo indefinível...!

Ao pensar nisto bem a "fundo" (sou muito "pensadora" por natureza), cheguei a esta conclusão. Quiçá, disparatada mas, onde vejo poder haver, alguma assertividade, penso eu que... !

Concebo o "Amor", como o sentimento que une Pais e filhos, porque é algo naturalmente puro, com um elo de ligação que é único.

Todo o resto é afeição... são os afectos que ligam ou não (porque o ódio existe, como sentimento muito forte) todos os Seres, sejam humanos ou animais.

O que existe entre dois seres enamorados, é paixão...! Vivem-se estados de Paixão inebriantes, intensas ou fugases.

Umas acabam rápidamente, outras resistem algum tempo, alimentadas pelo desejo carnal. Estaría a faltar à verdade se não mencionasse a importância da atracção sexual.

Há depois as paixões, que duram longos anos, algumas uma vida inteira. São as paixões que os casais "alimentam", quando sabem transformar a paixão mais fogosa, em Amizade intensa e profunda.

Constroem famílias, sempre apoiados na união, afectos, cumplicidade, respeito mútuo, protecção, carinho, apego, entrega... e assim, vivem momentos felizes ao longo das suas vidas.

E se pensarmos bem, tudo começou pela atracção, que passou à paixão. Talvez por isso, seja tão comum dizer-se... estão apaixonados !!

®M.Cabral

Autoria e outros dados (tags, etc)

Infelizmente, cada dia que passa, a matemática da adição, se agrava ainda mais... penso que neste momento "desolador" que se atravessa, a situação está a ficar sem resolução visível...!!

Segunda-feira, 15.06.20

man-4950225_960_720.jpg by net

” DESEMPREGADO “

Procura ansiosa e teimosamente
um lugar qualquer para trabalhar,
ouve nãos, quase constantemente
e tem uma família para sustentar.

Vencido e cansado, os pés doridos
já nem sabe que argumentos usar,
com os seus sentimentos tão feridos
de porta em porta continua a procurar.

Para uns, não chegam as habilitações
para outros, já passou dos quarenta,
mas mesmo sujeito ás humilhações
ele continua sem parar e, tenta…

Tenta, quase que ferido de morte
quando alguém lhe fecha a porta,
a lutar e remando contra a sorte
a sua alma, já sente quase morta.

Qualquer trabalho para ele já serve
pois nem tem a audácia de escolher,
e de raiva o seu sangue quase ferve
porque jamais, algo lhe fez tanto doer.

Mas hoje quem vive neste Mundo Cão
todos aqueles que querem trabalhar,
para não faltar á sua família com o pão
um dia, vão acabar por ter de esmolar.

®M.Cabral

Autoria e outros dados (tags, etc)

uffa... mais um dia de "cansaço"...!!

Sábado, 06.06.20

21627175_uKjuR.jpeg

 Texto de um Diário (falhado) 

** Fiz compras, limpei pó, aspirei, lavei roupa, enfim fui uma “menina” bem comportada. Aquilo a que "pomposamente" chamam de “dona de casa”. O engraçado e por mais caricato que possa parecer, tenho sempre a sensação que a casa é que a minha “dona”. É ela que “manda” na minha vontade, que me escraviza, que me obriga a fazer o que por vezes nem me apetece.
Claro que eu posso sempre rebelar-me mas, ninguém consegue viver num “caos” ou na desordem total muito tempo.

Assim tenho de ser, mãe, esposa, governanta, empregada de limpeza, dama de companhia, enfermeira, moça de recados, contabilista, gestora e, tudo isto de preferência, com um sorriso nos lábios.

Acredita meu "amigo" que isto cansa e como cansa. Sinto aquele cansaço do dever cumprido, sem o sabor da recompensa. Se calhar nem me compreendes, mas eu desabafo contigo na mesma e sabes porquê. Tu escutas-me... em silêncio, sem me recriminares, sem fazeres juízo de valores, com paciência e, podes crer que é só isso que eu preciso.

Repara que escrevo preciso, logo, não tenho... Quem me escute em silêncio mas, aquele silêncio cúmplice, feito de compreensão e atenção. Quem escute as minhas palavras e, não só, simplesmente, as “ouça”. Quem faça parte da "minha" vida e não “passe” apenas por ela. Claro que nem tudo é assim tão mau, nem sequer quero que me vejas como uma “vítima”, nada disso, porque não fico bem nesse papel, não me "encaixo" nele, se calhar sou um pouco perfeccionista, e isso atrapalha. 

Existe a família,  com a alegria das crianças que gerei, “ajudei” a crescer em união com o pai,  a formar na sua condição de seres humanos, e que muito nos orgulham. Mas, não é só o mundo à minha volta que existe, eu também quero “Existir”, será que é pedir tanto assim ?

Penso que não, afinal todo o ser humano tem o direito de poder dizer... Existo, reparem em mim. Sei que um dia vou ter a coragem de soltar um grito bem alto e dizer. EU ESTOU AQUI !!
Por enquanto, vou “estando” por aqui, neste nosso espaço de “amena" cavaqueira !!

Até amanha meu "amigo"... quiçá !! **

(algures por meados de Novembro passado)

®M.Cabral

Autoria e outros dados (tags, etc)





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Agosto 2020

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031



O Tempo não pára... !!