Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Adeus Setembro, marcamos encontro (quiçá), para o próximo ano, que não tarda muito, está a bater-nos à porta ! Bem-vindo Outubro !!!

Quarta-feira, 30.09.20

21570476_bEtaq.jpeg

Bom final de Setembro... que o novo mês - Outubro - venha provido de toda a tranquilidade, energia positiva e serenidade, que a Vida possa conceder-nos. Será, nesta perigosa "estrada" que estamos a atravessar, mais do que nunca, um acréscimo  muito importante e necessário.  

Atentem sempre, nos "pequenos" pormenores que surgem nos novos "caminhos"... em grande parte, são eles que contribuem para as grandes "revelações" da nossa Vida !

Jamais desvalorize o que é "pequeno", porque coisa alguma, nasce "grande" !!

autoria de__ M.Cabral_pt®

Autoria e outros dados (tags, etc)

O amor jamais será impossível... poderá é nunca ser "vivenciado" !!

Terça-feira, 08.09.20

images (2).jpg
                                         A flor e o colibri

As flores já estão nos campos, a primavera chegou.
Uma mais bela que a outra, formam jardim multi-cor.
Elas estão embelezando, de baixo até o alto da serra.
Um paraíso escondido, em algum canto da terra.

Este lugar é conhecido, do colibri vagabundo.
Sempre voando baixinho, por todos lugares do mundo.
Entre as flores existe uma, que por encanto surgiu.
Sempre lhe sopra a brisa, lá na beirada do rio.

Linda e muito diferente, é esta pequena flor.
Suas pétalas tão macias, sempre exalando amor.
O colibri assanhado, voando por ela passou.
Ficando hipnotizado, deu meia volta e voltou.

O que pode querer, o colibri vagabundo.
Pois esta pequena flor, é a mais linda do mundo
Batendo suas asinhas, perto dela ele chegou.
Ela muito envergonhada, suas pétalas fechou.

Triste partiu o colibri, para outras flores beijar.
Com ela no coração, esperou outro dia chegar.
Quando se viu sozinha, a flor se pôs a pensar.
Que sentimento é este,que ele esta em mim despertar ?

Para o pequeno colibri, a noite demorou a passar.
Mas vindo a raiar o sol, a natureza veio se alegrar.
Voando veio o colibri,em busca daquela flor.
Mal sabia que em seu coração, estava nascendo o amor.

Durante aquela noite, a flor ficou a pensar.
O que mais agora desejo, é que ele venha me beijar.
Chegando pertinho dela,em um galho ele sentou.
E ficou a admira-la, e ela dele gostou.

E com suas pétalas abertas, ficou ela a esperar.
Que ele com seu biquinho comprido, depressa a fosse beijar.
Ele todo envergonhado, pertinho dela chegou.
E com sua língua fininha, de dentro dela o néctar sugou.

Assim durou o amor, durante aquela primavera.
Toda vez que ele vinha, ela estava a sua espera.
Mal sabiam os dois, que este amor é passageiro.
Para acabar com o amor, o tempo passa ligeiro.

Acabou-se a primavera, então chegou o verão.
Queimando as pétalas da flor e as jogando no chão.
Nesta pequena história, eu me coloco a pensar.
Se realmente nesta vida, valerá a pena amar.

(c) L.Carlos.Br.

Nota pessoal:  Este belissimo texto foi-me enviado por um amigo que muito estimo... Tinha de o expor no blog. 
®M.Cabral  - Este post foi reposto,  devido a um problema no pc, que desorganizou o  blog.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Maroussia às 19:39

UMA NARRATIVA POR DIA... !!

Terça-feira, 04.08.20

-transito.jpg

                         Narrativa do Dia - " Apenas mais um... entre tantos...!! "

Num final de um dia de trabalho, percorrendo as ruas da cidade e tentando encontrar o caminho mais fácil para fugir ao transito, na tentativa de chegar o mais rápido a casa, parei o carro num sinal vermelho e, num rompante quase abruptamente, vejo no vidro dianteiro, um pano sujo, manuseado por umas mãos ainda mais sujas.

Após duas fracas passagens pelo vidro, olho para um mão estendida, em silêncio, de alguém cambaleante. Ainda atónita, olhei para aquele rosto cadavérico, envelhecido, embora não passasse de um "menino".

Os olhos encovados e suplicantes, baços e sem brilho eram de uma profundidade tão penetrante, que quase me deixaram petrificada, e senti-me incapaz de dizer o que quer que fosse.

Balbuciou duas ou três palavras, para mim quase imperceptíveis, enquanto a sua mão continuava quase em súplica.

Um pouco mais refeita, lá consegui arranjar coragem para lhe perguntar se estava a sentir-se bem, que talvez tivesse fome, e se fosse esse o caso, eu iria dar-lhe de comer, que queria ajudá-lo, talvez até levá-lo a um hospital.
Respondeu-me tremulamente que se o quisesse realmente ajudar, lhe desse algum dinheiro, assim o ajudaria muito mais, pelo menos a morrer com menos dor.
Apercebendo-me do quadro que tinha na minha frente, tentei contra-pôr, que estava na vontade dele a decisão de voltar atrás que era muito jovem para se render assim tão facilmente.

Respondeu-me com algum tremor na voz, a morte não tem retorno e eu tenho a morte dentro de mim.

Compreendi, que nada do que eu dissesse ou fizesse iria demovê-lo. Impotente, dei-lhe o que ele queria, dinheiro. Sorriu-me, com um sorriso que mais parecia um esgar e afastou-se cabisbaixo, carregando em si o peso da desgraça e da morte anunciada.

Aquele quadro marcou-me profundamente. Fez crescer dentro de mim uma raiva e uma revolta tão grande que dura até hoje.

Quem manda, cruza os braços, não por impotência mas por cobardia. Afinal, o vil metal é o "chefe supremo" da Humanidade.

E assim se vão "engordando" bolsos ambiciosos, à custa da morte dos nossos filhos e, se fica impune.
O que me serve de consolo é que a justiça dos homens é cega mas, a Divina não perdoa e a Deus todos terão de prestar contas.

autoria de__ M.Cabral_pt®

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Maroussia às 01:06

O valor do tempo, quando antes não se valorizou...!!

Terça-feira, 26.05.20

pareco eu1.jpgimagem by net

Há imagens em que nos "revemos", esta é uma delas... 50 anos, únicos. Se pudesse escolher seria onde tinha parado. Saudades de tudo e de todas as pessoas que se cruzaram no meu caminho, valeram a pena...!

Acrescentaram-me sempre ensinamentos, até mesmo com as desilusões...! Precisava ter mais tempo, sempre tive pouco tempo, e o tempo passou num ápice. No "Banco" do Tempo, só temos débitos, nunca créditos... Não tenho idade, nem quero saber dos anos, apenas sei que agora tenho "tempo" ... a mais para trás e a menos para a frente...!!

®M.Cabral

Autoria e outros dados (tags, etc)

Fazer tudo, não é TUDO, porque as situações quando surgem, não são assim tão... lineares !!

Quarta-feira, 08.01.20

casais-separados1.jpg

”  FAZER TUDO NÃO  TUDO  “            
 

Fazer "tudo" para um casamento se manter
por vezes é preferível uma razoável separação,
pois chega a uma certa altura que é só para sofrer,
que tenta-se por status, "viver" essa união.

Apela-se que é o  melhor para as crianças,
são as desculpas, quase sempre utilizadas,
mas ao manter uma união sem esperanças,
são as crianças, que vão "sair" mais magoadas.

São muitas as vezes em que surgem os conflitos,
e para isso não se escolhem as ocasiões,
transformam-se as palavras, em plenos gritos,
isto, quando não se chega, ás agressões.

Aí sim, quando a tal  uma criança assiste,
vai com certeza ficar muito magoada,
e ao deparar-se com aquela cena triste,
vai sentir-se pelos pais, menos amada.

Tentem, tentem sempre com muito alento
ficar juntos mas, tenham muito cuidado,
não teimem em prolongar um casamento
se não lhe conseguirem dar algum significado.

Se entretanto houverem crianças pelo meio
não subestimem nunca  a sua  inteligência,
com elas é imperativo conversar primeiro
jamais tenham para com elas,  negligencia.

Falem-lhes,  nunca fugindo à sinceridade
porque as crianças sempre compreendem,
não usem para com elas, da "irrealidade"
conversando, as crianças tudo entendem.

Digam-lhes que acabou o amor entre os pais
e que vivendo juntos, nenhum deles é feliz,
mas que o amor por elas,  ainda é mais
porque os filhos… foram os pais quem os quis.

E não querendo fazer ao divórcio apologia
fazer tudo … não é tudo, estou convicta,
mais vale só, mas ser feliz no dia a dia
do que viver com a Felicidade... interdita !!

Nota de autora:  Não foi fácil escrever este texto, mas a cada dia que passa, tomo mais conhecimento de casos, sem solução e por vezes até com fins pouco "ortodoxos". Daí me decidir escrever sobre um tema "forte" mas que, faz parte da realidade de muitas vidas. 

®M.Cabral

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Maroussia às 20:47





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Novembro 2020

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930



O Tempo não pára... !!