Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


A Mulher, na opinião de um "grande" Homem. Nem todos têm esta capacidade de análise, preferindo na sua maioria, uma mulher esbelta seja a que custo for, sendo efémero. O tempo, irá encarregar-se de colocar tudo ao mesmo nível, fica a essência.

Terça-feira, 08.09.20

04474d05cbbe0fa8c4c2d6c022432845.jpg
A beleza é o total de vários componentes... mas acima de tudo,  está nos olhos de quem a quer ver...  "aprofundadamente !!

Nota de entrada:

Quando li estas palavras de alguém que muito admiro, pensei duas vezes se as transcrevia aqui no meu blog ou não. Mas quando pensei, no sofrimento de milhares de mulheres, que se sentem mal amadas,  por terem umas  gordurinhas a mais, que muitas vezes se afastam dos homens que amam, ou os perdem para outras, porque se sentem inferiores e que, perante as circunstancias,  se vão anulando e desleixando, não tive a menor dúvida que era imperativo que isto fosse lido por todas as Mulheres.

A razão para tal, é porque penso que,  aqui está uma grande dose de valorização, dada por um homem que, (sem querer ou não) é com certeza, o porta-voz da maioria dos homens das nossas vidas.

®M.Cabral


Citação: - de um belíssimo texto do famoso escritor Paulo Coelho. Br.


Não importa o quanto pesa. É fascinante tocar, abraçar e acariciar o corpo de uma mulher. Saber seu peso não nos proporciona nenhuma emoção.

Não temos a menor ideia de qual seja seu manequim (número que veste) . Nossa avaliação é visual, isso quer dizer que se tem forma de guitarra... está bem. Não nos importa quanto medem em centímetros, é uma questão de proporções, não de medidas.
As proporções ideais do corpo de uma mulher são: curvilíneas, cheiinhas, femininas... Essa classe de corpo que, sem dúvida, se nota numa fracção de segundo.
As "magrinhas" que desfilam nas passarelas, seguem a tendência desenhada por estilistas (duvidosos) que odeiam as mulheres e com elas competem. Suas modas são retas e sem formas e agridem o corpo que eles odeiam porque não podem tê-los.
Não há beleza mais irresistível na mulher do que a feminilidade e a doçura. 
A elegância e o bom trato, são equivalentes a mil “viagras”.
A maquilhagem foi inventada para que as mulheres a usem. Usem-na!  Para andar de cara lavada, basta a nossa. Os cabelos, quanto mais tratados, melhor.
As saias foram inventadas para mostrar suas magníficas pernas.. Porque razões as cobrem com calças longas? Para que as confundam connosco? Uma onda é uma onda, as cadeiras são cadeiras e pronto.
Se a natureza lhes deu estas formas curvilíneas, foi por alguma razão e eu reitero: nós gostamos assim. Ocultar essas formas, é como ter o melhor sofá embalado no sótão.
É essa a lei da natureza...  e todo aquele que se casa com uma modelo magra,  anoréxica, bulémica e nervosa logo procura uma amante cheiinha, simpática, tranquila e cheia de saúde.

Entendam de uma vez!


Tratem de agradar a nós e não a vocês. Porque, nunca terão uma referência objectiva, do quanto são lindas, dita por uma mulher. Nenhuma mulher vai reconhecer jamais, diante de um homem, com sinceridade, que outra mulher é linda.
As jovens são lindas... mas as de 40 para cima, são verdadeiros pratos fortes. Por tantas delas somos capazes de atravessar o atlântico a nado.
O corpo muda... cresce. Não podem pensar, sem ficarem psicóticas que podem entrar no mesmo vestido que usavam aos 18.  Entretanto uma mulher de 45, na qual entre na roupa que usou aos 18 anos, ou tem problemas de desenvolvimento ou está se auto-destruindo.
Nós gostamos das mulheres que sabem conduzir sua vida com equilíbrio e sabem controlar sua natural tendência a culpas.
Ou seja, aquela que quando tem que comer, come com vontade (a dieta virá em Setembro, não antes); quando tem que fazer dieta, faz dieta com vontade (não se sabotei-a e não sofre); quando tem que ter intimidade com o parceiro, tem com vontade; quando tem que comprar algo que goste, compra; quando tem que economizar, economiza.
Algumas linhas no rosto, algumas cicatrizes no ventre, algumas marcas de estrias  não lhes tira a beleza. São feridas de guerra, testemunhas de que fizeram algo em suas vidas, não tiveram anos 'em formol' nem em spas... a viverem!
O corpo da mulher é a prova de que Deus existe. É o sagrado recinto da gestação de todos os homens, onde foram alimentados, mimados e nós, sem querer, as enchemos de estrias, de cesarianas e demais coisas que tiveram que acontecer para estarmos vivos. "

Cuidem-no! Cuidem-se! Amem-se! 

by Paulo Coelho 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Maroussia às 18:09

Uma narrativa por dia... !!

Segunda-feira, 10.08.20

um-desenho-da-mão-de-uma-mãe-nova-com-seu-filho-desenho by net 
                                Narrativa do Dia -  " Uma Lição de Vida...!! "

Do portal da minha casa, avistei ainda ao longe, duas crianças. Uma delas talvez com os seus quinze anos, a outra de tenra idade.
À medida que se iam aproximando, apercebi-me que a mais crescidinha deu uma palmada na mais pequenina.

Como adoro crianças e achei um pouco imatura aquela palmada, dada talvez impulsivamente, dirigi-me à rapariga e disse-lhe em tom maternal, que não devia de bater assim no irmãozinho, pois que ainda era pequenino.

Educadamente, talvez por reconhecer que a minha intromissão não era de censura maldosa, mas mais de conselho e experiência, respondeu-me sorrindo. Este menino não é meu irmão, é sim meu filho e, pode crer que é aquilo que eu mais adoro na vida.

Um pouco apanhada de surpresa, pedi-lhe desculpa e ainda intrigada atrevi-me a perguntar-lhe quantos anos tinha. Disse-me com um ar de mulherzinha, já tenho dezassete anos, embora pareça ser mais nova.
Encetámos conversa, onde comentei que ela tinha sido mãe muito cedo e, por curiosidade perguntei que idade tinha o namorado.

O seu rosto de criança, feita mulher à pressa, entristeceu um pouco mas respondeu-me com veemência: não tenho namorado, este menino é só e apenas meu.
Perguntei então, antevendo a resposta, se o pai da criança não tinha meios económicos para compartilhar no seu sustento.
Neste entretanto, fiz-lhe um convite para um café que ela aceitou e começámos a conversar, como se fossemos amigas de longa data.
Talvez por carência afectiva ou necessidade de desabafar, relatou-me então a sua história.
Engravidou aos catorze anos de um homem casado que tão covardemente não quis assumir o acto que impunemente tinha feito, antes pelo contrário, tentou aliciá-la para que fizesse um aborto, mas ela criança (mulher), recusou com todas as forças de quem já se sentia mãe. A partir daquele momento nunca mais quis ver aquele monstro em formato de homem.
Recorreu-se dos pais, julgando encontrar neles a força e apoio, para os momentos duros que se anteviam.

Mas, nem aí a sorte lhe foi favorável, pois ao contrário do que ela pensava, aqueles pais tinham um cérebro onde imperava a estupidez e o desamor, e o desenlace deu-se, com a sua expulsão de casa.

Encontrou refúgio em casa de uma senhora idosa, sua amiga que, para além de a acolher ainda lhe arranjou emprego, pelo que dá graças a Deus por aquela amizade que, todavia se completa pela necessidade que têm uma da outra.

Nasceu o menino e foi uma felicidade para ambas e aquela criança tem o amor de duas pessoas maravilhosas, o da mãe e o da "vovó", que é assim que o menino chama a "velha" senhora.

Comovida, pois também sou mãe, disse-lhe que lamentava que uma pessoa  doce e tão jovem,  fosse assim precocemente infeliz.
De imediato me respondeu que, de infeliz não tinha nada, antes pelo contrário, pois tinha saúde, juventude, um tecto para morar, emprego e a maior razão de viver que era aquele filho que tanto amava. Tinha portanto a maior felicidade do Mundo.

Coloquei-me ao seu dispor, para sempre que precisasse de algo ou simplesmente de um ombro amigo e, seguimos os nossos caminhos.

Ao regressar a casa, pensava comigo mesma. Como há gente tão mesquinha, que se julga infeliz só porque não pode comprar um vestido novo ou o carro do ano.

Pobres patetas, os que não vêm que a verdadeira felicidade está, em nos contentarmos com as pequenas mas importantes, coisas da vida, tais como, um emprego, saúde, um tecto para morar, a amizade de alguém e sem dúvida o mais importante, um filho.

Ninharias... pensarão os que não compreendem o sentido desta lição de vida, que nos é dada por uma criança, feita mulher !!

autoria de__ M.Cabral_pt®

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Maroussia às 00:25

Hoje, 31 anos já passados, continuo em estado permanente de felicidade e orgulho, pelo excelente Ser Humano que " coloquei " no Mundo...Obrigada meu amor por me teres escolhido para tua mãe. Parabéns filhota e sê feliz forever* !!

Segunda-feira, 04.05.20

31anos.jpg

“  UM SER  “              

Cromossomas, coisas complicadas
nomes tais que, parecem palavrões
palavras que são pouco adaptadas
para com elas, se exprimirem sensações.

Se com uma palavra apenas
e o tempo a decorrer
se encontra o valor
para tudo resolver.

A palavra é o … Amor
o tempo… o que falta para nascer.

E eis que a espera acabou,
embora com certo temor
recebemos essa dor
como dádiva do Céu

Minha filha, eu aqui estou
para te receber com amor
este AMOR que é todo teu !!

04/05/89

®M.Cabral

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Maroussia às 16:49

Feliz Dia da Mãe...e porque não acredito que exista alguém, que seja "totalmente" incréu. Pode é a sua crença, não estar especificada ou resolvida... decidi "postar" o que eu sinto !!

Domingo, 03.05.20

4dfb38c6fa457875b0edecf6a255af05.jpg

Virgem Divina, Mãe de todos nós... que o teu Sagrado Manto, cubra todos os Teus filhos, crentes e descrentes, para Ti são todos iguais... Quem tem a sua Mãe física, que hoje possam ter um dia feliz, se não puder ser pessoalmente, que seja de corações unidos e plenos de Amor.
Eu já não a tenho neste "patamar" de Vida, mas acredito no nosso "Encontro" espiritual, quando assim tiver que ser... No meu coração viverás eternamente. Amo-te mais ainda, minha querida Mãe, porque a Saudade, aumenta o Amor, apesar da dor da perda. 🙏💞

®M.Cabral

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Maroussia às 01:37

E sem mais palavras... fica uma constatação... !!

Domingo, 09.02.20

Palavras para quê... contra factos não existem argumentos ...  além de que não se desmente um compositor famoso. !!

Nota: Apenas para complementar o meu "pensamento" do post anterior.

®M.Cabral

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Maroussia às 13:33





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Setembro 2020

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930



O Tempo não pára... !!