Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MAROUSSIA

Um pouco de mim... Sobre o que sinto, ouço, escrevo e gosto !!

MAROUSSIA

Um pouco de mim... Sobre o que sinto, ouço, escrevo e gosto !!

06.11.20

Num dia triste e cinzento, a inspiração "tropeçou" na nostalgia... !!


Maroussia

Niña-tumbada-pensando.jpg  =  

Que  pena sinto, deste coração
que não me deixa esquecer -te 
Sem ouvir uma qualquer razão
ainda teima, em querer-te.

Saiste da minha vida sem dizer nada

Nem sequer mereci uma explicação
Eras "aquele" Ser que eu tanto amava,
E de repente, a minha maior desilusão.

Sabes, mesmo assim eu não te odeio
Pois o "impossível" não pode acontecer
o teu amor foi contigo, tal qual como veio,
o meu amor por ti ficou, mas a sofrer.

Não existe nada que o tempo não cure
na vida nada existe para sempre
Mas também nada há que perdure
seja passado ou futuro... só há presente.

O que hoje temos como uma verdade,
amanhã poderá ser uma mentira
por isso a nossa única realidade
é que a Vida, tanto dá como retira.

De uma coisa podes estar certo
os momentos irreflectidos , pagam-se caro
Nunca mais vou querer ter-te por perto
Resolvi seguir em frente... e já não paro !

No final , quem ficou a ganhar fui eu
porque "aprendi" a saber o que é o amor
é algo que quem como tu, não aprendeu,
jamais algum dia, irá "saber", o seu valor !!


@M.Cabral

14.08.20

Porque Honra, Respeito e Dignidade, são valores cada vez mais em vias de extinção, "deixo" aqui este bom exemplo... Pena é, que se vão perdendo no tempo... !


Maroussia

                                      Narrativa do Dia - "lembranças de menina"

Desde muito cedo, menina ainda, que adoro ler.  Um dos escritores que me causou esse gosto, foi sem dúvida, Júlio Diniz. Quiçá pelo seu "romantismo" e realidade do seu tempo, me levou a que o preferisse, pese embora, com o tempo, fosse alargando o interesse  e aumentando a "fasquia", própria da diversidade e do conhecimento que ía tomando de tantos outros grandes autores portugueses e mais tarde, abrangendo os internacionais. 
 
Hoje casualmente, procurando algo no youtube, deparei-me com este filme, adaptado do romance do mesmo nome. Se mais não bastasse do que voltar atrás no tempo, teria como razão, ver grandes nomes do panorama artístico da altura. Infelizmente e porque a vida tem limite, a maioria já não está entre nós, mas gostei de ver um grande Sr. Actor, que ainda nos encanta com a sua Arte e Sabedoria. Refiro-me a Ruy de Carvalho, alguém que muito respeito e admiro. 
 
Em jeito de homenagem à Honra e Brio, do que era um Homem digno (quisera eu que ainda houvessem muitos assim)...  "partilho" neste meu espaço este vídeo,  que me emocionou ao ponto de humedecer-me  os  olhos.

®M.Cabral