Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MAROUSSIA

Um pouco de mim... Sobre o que sinto, ouço, escrevo e gosto !!

MAROUSSIA

Um pouco de mim... Sobre o que sinto, ouço, escrevo e gosto !!

16.06.20

Há dias "chatos"... ou será que a paciência é algo que se esgota, e eu ainda não me tinha apercebido...?!


Maroussia

 

21628596_2hHTp.jpegimagem by net

                         Texto de um Diário (falhado)

** Sabes, hoje estou em dia não… daqueles dias que te apercebes que a vida não é o que esperavas dela, e por muito que te esforces, de nada te vale porque não vais dar-lhe a volta.
Estive junto ao mar e, quando isso acontece, sinto-me pequenina e insignificante mas, ao mesmo tempo, ele inspira-me, faz-me pensar, carrega-me as energias e, sobretudo leva-me à introspecção. Foi isso que aconteceu… e detestei tudo o que pensei.
Sinceramente a vida não deve ser apenas esta sequência de dias, tem de ter algo muito mais apelativo e que faça com que valha a pena, nos levantarmos todos os dias, na sua continuidade.
Chorei ! Chorei sim e não me envergonho de o admitir, afinal não sou uma "máquina", cientificamente programada para conter emoções. Chorei de "raiva", pela impotência ou cobardia de mudar tudo o que não gosto em mim e não só.
Porque tem de ser tudo tão difícil ? Por vezes penso que é fácil e sou eu que complico, será que sou exigente demais ?
Mas depois penso que todos temos o "direito" de ser felizes, nem que tenha de ser por exigência. Portanto eu vou "Exigir" à vida o meu quinhão dessa “Felicidade” (se existe) e bem rápido, porque o meu tempo, não tem tempo para tanta espera!
Desculpa este mau humor, tu não tens culpa de nada e eu descarrego em ti, mas hoje não dá para mais, acho que estou deprimida. Está na moda, deixa lá...!
Mas não te preocupes, amanhã é outro dia, e outras oportunidades surgirão para me redimir do negativismo de hoje.

Até amanhã meu "amigo"... quiçá !! **


* Algures em Outubro passado, num dia muito aproximado ao meu aniversário. * 

®M.Cabral

12.02.20

Filhos da Guerra... Crianças feitas "grandes" à força, por gente sem escrúpulos... !!


Maroussia

guecri.jpgImagem by google

Fico horrorizada em frente à televisão, 
quando vejo imagens tão cruéis e reais,
a minha raiva sobrepõe-se à compaixão
pois são anti-humanas e tétricas demais.

Por mim “intitulados” Filhos da Guerra,
mas deviam chamar-se Filhos do Sub-Mundo
o ódio que sinto, é tanto que quase me "cega"
ao ver tantas crianças naquele quadro imundo.

Aquelas guerras, sem tréguas e sem sentidos
são tão incrédulas que nos parecem ficção,
quando vejo aqueles rostos já tão feridos
e de tão enfraquecidos, quase inertes, sem acção.

Corpos estropiados e famílias desmembradas
e todo este horror pela ganância do poder,
crianças que em vez de brincar são armadas
para matar e lutar em sofrimento, até morrer…

De fome se arrastam e vão caindo pelo chão
esfarrapados, despidos de cuidados, até á morte,
e pensar que é o Homem por desmedida ambição
que sem pudor vota seres humanos a tão má sorte.

Direitos Humanos, que palavras tão sem sentido
apregoados aos quatro ventos, pelos governantes,
que Direitos Humanos, tem todo o ser que é ferido
se nem para dizerem NÃO, lhes conferem atenuantes.

A minha dor e raiva são sentidas de maneira tal
de pertencer a uma “ raça humana” tão inculta,
que mil vezes preferia pertencer ao reino animal
pois a um irracional, não se pode imputar culpa !!

®M.Cabral

23.11.19

Como tratamos a "Terra", que será o que deixamos numa incerteza de Vida, aos nossos descendentes, é de nos envergonhar como não "protectores" ...!!


Maroussia

                                                                                          imagem by internet

nature-3294632_1280.jpg

”  ECOLOGIA  “

Palavra tantas vezes pronunciada
situações que nem a toda a gente toca,
quando se vê matar à "paulada
aquele amor de bicho que é a foca.

Tanta gente a lutar em vão
numa luta intensa sem parar,
mas o Homem não tem coração
e mata pelo prazer de matar.

Ecologista é um defensor da natureza
aquele que contra tudo e todos a defende,
mas, logo surge outro, que a despreza
e assim, nesta luta ninguém se entende.

A terra,  assim a vão destruindo
o Homem não se coíbe de a estragar,
em vez de tentar ir reconstruindo
vai aos poucos com o Planeta acabar.

É impensável tamanha insensatez
porque tudo o que acaba não tem retorno,
com tanta demonstração de estupidez
vão destruindo a camada de ozono.

Este Mundo que podia ser um paraíso
de um Holocausto se está a aproximar,
quando tão pouco de nós era preciso
bastava-nos tão só,  a Natureza respeitar.

 

®M.Cabral