Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MAROUSSIA

Um pouco de mim... Sobre o que sinto, ouço, escrevo e gosto !!

MAROUSSIA

Um pouco de mim... Sobre o que sinto, ouço, escrevo e gosto !!

14.09.20

Fique com alguém que te ame ! Utopias da nossa "existência", sentimentos não se "formatam" e nem tudo é assim tão linear... !!


Maroussia

Onde anda esse "alguém" ? 

Sempre foi a minha busca mas, descobri ao longo da minha existência, que apesar de todos os "caminhos" percorridos, esse "alguém" é pura utopia... e fica-se com outro "alguém", ao qual  nos acomodamos numa vivência a dois, com amor claro mas, construido numa continuidade de "momentos". Tudo na vida,  passa por uma contínua "construção". 

Renovamos a nossa vida e "geramos" uma família.  É essa  prioridade, que passa a ter importância. 

Nascem os filhos, os netos... a vida a passa rápidamente. Tudo o mais, "esfumou-se", numa busca que acabou por perder-se no Mundo dos Sonhos...!!

®M.Cabral

12.09.20

Sem qualquer razão motivadora de momento, a menos que, fosse levada pela nostalgia que esta "ambiência" nos traz a todos... senti saudades de mim !!


Maroussia

m000165093.jpgimagem net

Tenho saudades de mim !


Saudades... de quando era criança
De viver a vida cheia de Esperança.

Saudades... dos amigos da escola
Da minha estimada e velhinha "sacola".

Saudades... de correr pelos jardins
Dos dias que pareciam não ter fim.

Saudades... de andar descalça na rua
Das noites em que se descobria a Lua.

Saudades... do cheiro a pão quente
De ter algo que sendo pouco me acalente.

Saudades... do cheiro da Terra molhada
De molhar os pés, nas poças da estrada.

Saudades... de viver livre de pressões
Do pouco que havia, encontrar emoções.

Saudades... de me sentir a crescer
Do tempo em que me senti Mulher.

Saudades... daquele primeiro amor
Do primeiro beijo dado com ardor.

Saudades... de sentir dentro de mim um Ser
De ver o meu ventre a crescer.

Saudades... das dores do parir
Da felicidade de chorar e rir.

Saudades... de ver as filhas crescer
De ver o tempo por elas, correr.

Saudades... da emoção de passar a avó
De acreditar que jamais estaria só.

Saudades... do tempo que não volta
Por isso, hoje deixo a minha alma "solta".

Saudades... de tudo e de nada
De uma vida que está... inacabada.

Saudades... Tenho saudades de mim
Do que me rodeia e que um dia terá fim...!!


®M.Cabral

12-09-2020

08.09.20

A Mulher, na opinião de um "grande" Homem. Nem todos têm esta capacidade de análise, preferindo na sua maioria, uma mulher esbelta seja a que custo for, sendo efémero. O tempo, irá encarregar-se de colocar tudo ao mesmo nível, fica a essência.


Maroussia

04474d05cbbe0fa8c4c2d6c022432845.jpg
A beleza é o total de vários componentes... mas acima de tudo,  está nos olhos de quem a quer ver...  "aprofundadamente !!

Nota de entrada:

Quando li estas palavras de alguém que muito admiro, pensei duas vezes se as transcrevia aqui no meu blog ou não. Mas quando pensei, no sofrimento de milhares de mulheres, que se sentem mal amadas,  por terem umas  gordurinhas a mais, que muitas vezes se afastam dos homens que amam, ou os perdem para outras, porque se sentem inferiores e que, perante as circunstancias,  se vão anulando e desleixando, não tive a menor dúvida que era imperativo que isto fosse lido por todas as Mulheres.

A razão para tal, é porque penso que,  aqui está uma grande dose de valorização, dada por um homem que, (sem querer ou não) é com certeza, o porta-voz da maioria dos homens das nossas vidas.

®M.Cabral


Citação: - de um belíssimo texto do famoso escritor Paulo Coelho. Br.


Não importa o quanto pesa. É fascinante tocar, abraçar e acariciar o corpo de uma mulher. Saber seu peso não nos proporciona nenhuma emoção.

Não temos a menor ideia de qual seja seu manequim (número que veste) . Nossa avaliação é visual, isso quer dizer que se tem forma de guitarra... está bem. Não nos importa quanto medem em centímetros, é uma questão de proporções, não de medidas.
As proporções ideais do corpo de uma mulher são: curvilíneas, cheiinhas, femininas... Essa classe de corpo que, sem dúvida, se nota numa fracção de segundo.
As "magrinhas" que desfilam nas passarelas, seguem a tendência desenhada por estilistas (duvidosos) que odeiam as mulheres e com elas competem. Suas modas são retas e sem formas e agridem o corpo que eles odeiam porque não podem tê-los.
Não há beleza mais irresistível na mulher do que a feminilidade e a doçura. 
A elegância e o bom trato, são equivalentes a mil “viagras”.
A maquilhagem foi inventada para que as mulheres a usem. Usem-na!  Para andar de cara lavada, basta a nossa. Os cabelos, quanto mais tratados, melhor.
As saias foram inventadas para mostrar suas magníficas pernas.. Porque razões as cobrem com calças longas? Para que as confundam connosco? Uma onda é uma onda, as cadeiras são cadeiras e pronto.
Se a natureza lhes deu estas formas curvilíneas, foi por alguma razão e eu reitero: nós gostamos assim. Ocultar essas formas, é como ter o melhor sofá embalado no sótão.
É essa a lei da natureza...  e todo aquele que se casa com uma modelo magra,  anoréxica, bulémica e nervosa logo procura uma amante cheiinha, simpática, tranquila e cheia de saúde.

Entendam de uma vez!


Tratem de agradar a nós e não a vocês. Porque, nunca terão uma referência objectiva, do quanto são lindas, dita por uma mulher. Nenhuma mulher vai reconhecer jamais, diante de um homem, com sinceridade, que outra mulher é linda.
As jovens são lindas... mas as de 40 para cima, são verdadeiros pratos fortes. Por tantas delas somos capazes de atravessar o atlântico a nado.
O corpo muda... cresce. Não podem pensar, sem ficarem psicóticas que podem entrar no mesmo vestido que usavam aos 18.  Entretanto uma mulher de 45, na qual entre na roupa que usou aos 18 anos, ou tem problemas de desenvolvimento ou está se auto-destruindo.
Nós gostamos das mulheres que sabem conduzir sua vida com equilíbrio e sabem controlar sua natural tendência a culpas.
Ou seja, aquela que quando tem que comer, come com vontade (a dieta virá em Setembro, não antes); quando tem que fazer dieta, faz dieta com vontade (não se sabotei-a e não sofre); quando tem que ter intimidade com o parceiro, tem com vontade; quando tem que comprar algo que goste, compra; quando tem que economizar, economiza.
Algumas linhas no rosto, algumas cicatrizes no ventre, algumas marcas de estrias  não lhes tira a beleza. São feridas de guerra, testemunhas de que fizeram algo em suas vidas, não tiveram anos 'em formol' nem em spas... a viverem!
O corpo da mulher é a prova de que Deus existe. É o sagrado recinto da gestação de todos os homens, onde foram alimentados, mimados e nós, sem querer, as enchemos de estrias, de cesarianas e demais coisas que tiveram que acontecer para estarmos vivos. "

Cuidem-no! Cuidem-se! Amem-se! 

by Paulo Coelho 

03.09.20

Porque não "lutarmos" para que apesar de todas as contradições que a Vida nos impõe, tentar vivê-la o melhor que nos seja possível ?!


Maroussia

RERYEY.jpg

Sei que nos dias que correm,  não nos é fácil encarar a vida com o optimismo desejado. As tragédias com que somos confrontados,  mais nos colocam numa posição de repensar que, afinal a Vida não será aquilo que todos nós idealizámos.


Tomamos consciência de que nada somos, que de um momento para o outro tudo pára, tudo se modifica, até tudo pode acabar. Todavia, cruzar os braços, baixar a cabeça, fechar os olhos, de nada nos adianta, porque a vida vai continuando,  e nós vamos ter de a viver o melhor que pudermos.

Ao ler este belíssimo texto de Carlos Drumond de Andrade (um mestre de Sabedoria), pensei que seria apropriado transcreve-lo aqui, neste preciso momento, em que estamos mais fragilizados.

Se o lermos com muita atenção e meditarmos um pouco  sobre a sua "mensagem", penso  que  se  tornará muito mais  leve a  nossa maneira de encararmos o menos bom e, valorizar o que ainda conseguimos e podemos conservar, modificar e renovar.
 
®M.Cabral

"" De hoje em diante todos os dias ao acordar, direi :

Eu hoje vou ser Feliz !

Vou lembrar de agradecer ao sol pelo seu calor e luminosidade, sentirei que estou vivendo, respirando. Posso desfrutar de todos os recursos da natureza Gratuitamente. Não preciso comprar o canto dos Pássaros, nem o murmúrio das ondas do mar.
Lembrarei de sentir a beleza das árvores, das flores. Vou sorrir mais, sempre que puder. Vou cultivar mais amizades e neutralizar as inimizades.
Lembrarei de sentir a beleza das árvores, das flores. Vou sorrir mais, sempre que puder. Vou cultivar mais amizades e neutralizar as inimizades.
Não vou julgar os actos dos meus semelhantes ou companheiros. Vou aprimorar os meus.
Lembrarei de ligar para alguém para dizer que estou com saudades Reservarei minutos de silêncio, para ter a oportunidade de ouvir.
Não vou lamentar nem amargar as injustiças. Vou pensar no que posso fazer para diminuir seus efeitos. Terei sempre em mente que um minuto passado, não volta mais, vou viver todos os minutos proveitosamente.
Não vou sofrer por antecipação prevendo futuros incertos, nem com atraso, lembrando de coisas sobre as quais não tenho mais acção.
Não vou pensar no que não tenho e que gostaria de ter, mas em como posso ser feliz com o que possuo. E o maior bem que possuo é a  própria vida.
Vou lembrar de ler uma poesia e de ouvir uma canção, vou dedicá-las a alguém. Vou fazer alguma coisa para alguém, sem esperar nada em troca, apenas pelo prazer de ver alguém sorrir.
Vou lembrar que existe alguém que me quer bem, vou dedicar uns minutos de pensamento para os que já se foram para que saibam que serão sempre uma doce lembrança, até que venhamos a nos encontrar outra vez.
Vou procurar dar um pouco de alegria para alguém, especialmente quando sentir que a tristeza e o desânimo querem se aproximar.
E quando a noite chegar, vou olhar o céu, para as estrelas e para o luar e agradecer a Deus, porque...

Eu hoje fui Feliz ! ""
Texto de Carlos D. Andrade 

20.08.20

Um exemplo de "Utopia"...


Maroussia

imagespppp.jpgimagem by net
                              A perfeição é utópica... !!

"" A perfeição não existe, há sempre um pequeno senão, que a torna inalcansável ao comum mortal.  
Assim sendo, o Ser Humano jamais poderá ser "perfeito" mas, pode dentro das suas capacidades e se assim o quiser, tentar o "quase"... pese embora, seja um longo e difícil caminho de aprendizagem. ""

®M.Cabral - texto !!

12.08.20

Uma narrativa por dia... !!


Maroussia

21660409_NfEe7.jpeg

                                Narrativa do Dia - "Escrever... quem "Sou" !!

Quer acreditem quer não, tenho uma postura de vida onde por vezes me julgo E.T. (É que isto de ser "gente", por vezes torna-se complicado)...!
Borrifo-me perfeitamente na opinião dos outros sobre mim. Claro que tenho em linha de conta, as que me são dadas pelas pessoas que considero.
Tanto me sinto "bem" numa tasca, como num restaurante de um chefe de estrela Michelin.
Não me preocupo com o politicamente correcto, mas sim com os "meus" valores educacionais familiares.
Aceito muito bem as críticas de quem faça melhor... não de quem faça menos ou pior.
Talvez pela minha filosofia de vida, não me preocupo com o que me possa "ditar ou apontar", a sociedade hipócrita em que estou inserida.
Beleza ? não sou linda de espantar, nem feia de meter medo, logo estou muito bem comigo mesma.
Sou simpática, comunicativa, tenho sentido de humor e gosto de ver pessoas felizes... sou amiga fiel e tento estar sempre no sítio certo, se alguém precisar de mim... !!
Esta "personagem", aqui descrita, sou eu (desnuda)... Quer seja de salto alto ou de chinelos, porque o meu melhor cartão de visita é... simplesmente, o meu "conteúdo" !!

®M.Cabral

04.08.20

Pensamentos ao acaso, mas... não por acaso !!


Maroussia

ás vezes penso.jpg

Por vezes interrogo-me porque serei tão difícil de entender. Depois deduzo que seja... Porque digo o que sinto e não o que penso e a grande parte das pessoas, age de maneira inversa.

Certa ou errada... para mim, o sentir será sempre mais racional que o pensar.

Podemos pensar agora algo e daqui por uns segundos mudamos o pensamento. Já o sentir, quando de verdade, fica "impregnado" em nós, por tempo indefinido.


®M.Cabral
 

02.08.20

Mais uma "narrativa" entre muitas... Analiticamente "escrevendo"... !!


Maroussia

21563907_4zvuW.jpegby net
"Narrativa do Dia" - Analiticamente "escrevendo"... !!

Nada melhor que um calmo dia de Domingo, para " divagar " e, sem dar-me conta, comecei a "escrevinhar", afinal a importância dos meus pensamentos, é sempre relativa, valem pelo que valem, mas... "retratam-me" um pouco !!

Por vezes dou comigo a pensar quão "complexo" é o Ser Humano. Gosto muito de observar o comportamento da Sociedade em que estou inserida (concorde ou não, faço parte de um todo).

Para tentar entender melhor o que me rodeia, optei por separar as "águas"...

Uns querem "tudo" e pouco têm... outros têm pouco e querem "tudo". Não seria mais consentâneo e profícuo, haver uma base mais determinante que seria (a meu ver)... o quanto baste ??!!
Claro que não me refiro à pobreza económica, (tema por demais extenso e delicado, que teria de ser "tratado" com muito cuidado e "generosidade") a minha " análise " (perdoem o nome pomposo, quem sou eu para analisar), recai mais no "estar" de cada um, nesta já referenciada Sociedade.
Uma guerra dos "Mundos" trava-se nesta "arena" a que damos o nome de existência. Fazem-se sobre-posições, que se tornam verdadeiros "atropelos", seja a que custo for para ser o... tal.
O que mais sabe, o que mais tem, o que mais vale, tudo corroborado pela palavra "status"...!
Isto é preocupante, porque se descartam valores morais, como educação, honestidade, sinceridade, carácter e atitude. Cada vez mais, deixamos de ser exemplo de virtudes, para os vindouros.

Haverá como inverter ? de todo que sim...! mas a minha pergunta persiste... haverá quem queira inverter ? Fica a dúvida no ar... !!


autoria de__ M.Cabral_pt®

25.07.20

Desabando... "sobre" ti ou seja, usando e abusando !!


Maroussia

21630697_pzuFG.jpeg

                        Texto de um Diário (falhado)

"" Sentiste saudades minhas ? Quero acreditar que sim, que pelo menos tu as tenha sentido. Eu tive tuas, e por tal aqui me tens, a "falar" contigo. Acredita que nem sei por onde começar. Ao fim e ao cabo, nada mudou, nesta ausência. Os dias têm as mesmas 24 horas, as horas, 60 minutos e os minutos, 60 segundos. Nada muda, nem a minha vida... Quero dizer, talvez vá mudar um pouquinho, com uma novidade que  vou-te "dar". Tenho um projecto na "manga"... vou começar a trabalhar de novo mas, ainda não te vou dizer o que vou fazer, (sinceramente, estou indecisa). O que sei é que quero sentir-me útil, a mim mesma. Cansa ser simplesmente útil aos outros. É preciso muito mais para nos sentirmos "vivos" e eu preciso de "renascer", tal qual Fénix, que renasceu das cinzas.
Por vezes penso que, só venho aqui "encher-te" de disparates mas, tenho o direito a ser um pouco "disparatada", afinal ser sempre comedida e pensar duas vezes ou até três, antes de dizer algo, em certos momentos doi, porque o tempo em espaço, já está desfazado.
Pobre amigo, lês cada coisa... penso que por vezes até te ris de mim mas, eu não me importo, porque sei que o teu riso é condescendente. Talvez por isso "te" escolhi para meu confidente!

Sabes, enquanto fumo um cigarro (nem é bem fumar), penso que, foi muito bom para mim, aqui há uns tempos atrás "ter conhecido" alguém que me incitou a "mudar" a minha postura na vida, inclusive, a "criar-te"… as palavras dessa pessoa, neste momento, vieram à minha mente e sinceramente, tenho de reconhecer que só os amigos de verdade se preocupam connosco !

E por hoje não te maço mais, amanhã volto... quiçá !!""

®M.Cabral

21.07.20

O meu maior problema sou eu mesma... penso de que !!


Maroussia

difusa.jpeg

                      Texto de um Diário (falhado)

" Coisas dificeis de ... explicar ! "

Olá meu querido amigo, tenho andado "ausente"... mas nada tem a ver contigo. No fundo é uma ausência de mim mesma.
Mas como me apetecia, dissertar um pouco... quem melhor do que tu para me aturares.
Sei que sou difícil, até de entender, mas confio no teu "discernimento"... !
Tudo começa porque o inexplicável, não se explica. Tal como no inacreditável, ninguém acredita, porém certas situações, a meu ver, tornam-se "inéditas", porquanto se apresentam numa analogia assertiva, não passando de simples "acasos" aleatórios !
Sei que assim de repente não estás a entender-me mas, não te assustes meu amigo, de todo que não perdi a sanidade mental, apenas quem me conhece bem, pode entender o porquê de escrever assim.
Tudo se resume, ao simples facto de por vezes, conhecer pessoas (sem sequer ser pessoalmente) e a sintonia é tão forte e imediata, que me deixa a pensar deste modo.
Outras, estão mais junto a mim e quase não existe feed-back, vá lá saber-se o porquê.

Na realidade,  há "coisas" difíceis de explicar...!!

®M.Cabral