Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MAROUSSIA

Um pouco de mim... Sobre o que sinto, ouço, escrevo e gosto !!

MAROUSSIA

Um pouco de mim... Sobre o que sinto, ouço, escrevo e gosto !!

08.09.20

O amor jamais será impossível... poderá é nunca ser "vivenciado" !!


Maroussia

images (2).jpg
                                         A flor e o colibri

As flores já estão nos campos, a primavera chegou.
Uma mais bela que a outra, formam jardim multi-cor.
Elas estão embelezando, de baixo até o alto da serra.
Um paraíso escondido, em algum canto da terra.

Este lugar é conhecido, do colibri vagabundo.
Sempre voando baixinho, por todos lugares do mundo.
Entre as flores existe uma, que por encanto surgiu.
Sempre lhe sopra a brisa, lá na beirada do rio.

Linda e muito diferente, é esta pequena flor.
Suas pétalas tão macias, sempre exalando amor.
O colibri assanhado, voando por ela passou.
Ficando hipnotizado, deu meia volta e voltou.

O que pode querer, o colibri vagabundo.
Pois esta pequena flor, é a mais linda do mundo
Batendo suas asinhas, perto dela ele chegou.
Ela muito envergonhada, suas pétalas fechou.

Triste partiu o colibri, para outras flores beijar.
Com ela no coração, esperou outro dia chegar.
Quando se viu sozinha, a flor se pôs a pensar.
Que sentimento é este,que ele esta em mim despertar ?

Para o pequeno colibri, a noite demorou a passar.
Mas vindo a raiar o sol, a natureza veio se alegrar.
Voando veio o colibri,em busca daquela flor.
Mal sabia que em seu coração, estava nascendo o amor.

Durante aquela noite, a flor ficou a pensar.
O que mais agora desejo, é que ele venha me beijar.
Chegando pertinho dela,em um galho ele sentou.
E ficou a admira-la, e ela dele gostou.

E com suas pétalas abertas, ficou ela a esperar.
Que ele com seu biquinho comprido, depressa a fosse beijar.
Ele todo envergonhado, pertinho dela chegou.
E com sua língua fininha, de dentro dela o néctar sugou.

Assim durou o amor, durante aquela primavera.
Toda vez que ele vinha, ela estava a sua espera.
Mal sabiam os dois, que este amor é passageiro.
Para acabar com o amor, o tempo passa ligeiro.

Acabou-se a primavera, então chegou o verão.
Queimando as pétalas da flor e as jogando no chão.
Nesta pequena história, eu me coloco a pensar.
Se realmente nesta vida, valerá a pena amar.

(c) L.Carlos.Br.

Nota pessoal:  Este belissimo texto foi-me enviado por um amigo que muito estimo... Tinha de o expor no blog. 
®M.Cabral  - Este post foi reposto,  devido a um problema no pc, que desorganizou o  blog.

12.11.19

Porque a Ternura é um sentimento inesgotável... !!


Maroussia

 

Fofura da noite... 

fofura do dia blogs.jpgFofura do dia ... 

fofura do dia.jpg

Gosto muito e tenho respeito pelo Ser Humano, salvo algumas (e não são poucas) excepções, mas... "amo" os animais, salvo "raríssimas" excepções.  

O Ser Humano, é dotado de uma  inteligência racional, e na maior parte, usa-a para destruir, matar por prazer, maltratar, complicar, desunir e até para o desamor.

O animal, embora tenha inteligência, é irracional, tem o seu modo de agir peculiar a um animal. Se é selvagem, ataca por defesa e sobrevivência... se é doméstico, "entrega-se" com fidelidade total, amor sem limites e sem nada pedir em troca. 

Desculpem-me o "pragmatismo" (que pode ferir susceptibilidades), mas é como penso, por todas as razões e mais alguma.  

Imagens: Coffee, Cate'N Confort

®M.Cabral

01.11.19

Porque neste momento já sou Avó, e revivo tantas emoções... !!


Maroussia

poesia da avó.jpg

”  À MINHA AVÓ  “              

Aquela velhinha ali sentada
naquele velho e grande cadeirão,
é por mim por demais amada
com todo o meu coração.

A  minha doce "velhinha"
por mim nunca estará só,
pois terá sempre a netinha
a dar conforto à sua avó.

Aquele cabelinho branco
até lhe dá certo charme,
ela é todo o meu encanto
não há nada que a desarme.

Sou a menina dos seus olhos
desvela-se em tanto carinho,
que eu queria flores aos molhos
para lhe cobrir o caminho.

Com o amor de pai e mãe
nunca eu me senti só,
mas um amor forte também
sinto-o pela minha avó.

E se eu pudesse apenas e, só
fazer algo para sempre recordar,
faria instituir o “” Dia da Avó””
um dos mais importantes a implementar !!
________________________________
Nota de autora:  Quando este texto foi escrito, ainda nem se pensava no Dia dos Avós, em Portugal... !!

®M.Cabral