Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


UMA NARRATIVA POR DIA... !!

Terça-feira, 04.08.20

-transito.jpg

                         Narrativa do Dia - " Apenas mais um... entre tantos...!! "

Num final de um dia de trabalho, percorrendo as ruas da cidade e tentando encontrar o caminho mais fácil para fugir ao transito, na tentativa de chegar o mais rápido a casa, parei o carro num sinal vermelho e, num rompante quase abruptamente, vejo no vidro dianteiro, um pano sujo, manuseado por umas mãos ainda mais sujas.

Após duas fracas passagens pelo vidro, olho para um mão estendida, em silêncio, de alguém cambaleante. Ainda atónita, olhei para aquele rosto cadavérico, envelhecido, embora não passasse de um "menino".

Os olhos encovados e suplicantes, baços e sem brilho eram de uma profundidade tão penetrante, que quase me deixaram petrificada, e senti-me incapaz de dizer o que quer que fosse.

Balbuciou duas ou três palavras, para mim quase imperceptíveis, enquanto a sua mão continuava quase em súplica.

Um pouco mais refeita, lá consegui arranjar coragem para lhe perguntar se estava a sentir-se bem, que talvez tivesse fome, e se fosse esse o caso, eu iria dar-lhe de comer, que queria ajudá-lo, talvez até levá-lo a um hospital.
Respondeu-me tremulamente que se o quisesse realmente ajudar, lhe desse algum dinheiro, assim o ajudaria muito mais, pelo menos a morrer com menos dor.
Apercebendo-me do quadro que tinha na minha frente, tentei contra-pôr, que estava na vontade dele a decisão de voltar atrás que era muito jovem para se render assim tão facilmente.

Respondeu-me com algum tremor na voz, a morte não tem retorno e eu tenho a morte dentro de mim.

Compreendi, que nada do que eu dissesse ou fizesse iria demovê-lo. Impotente, dei-lhe o que ele queria, dinheiro. Sorriu-me, com um sorriso que mais parecia um esgar e afastou-se cabisbaixo, carregando em si o peso da desgraça e da morte anunciada.

Aquele quadro marcou-me profundamente. Fez crescer dentro de mim uma raiva e uma revolta tão grande que dura até hoje.

Quem manda, cruza os braços, não por impotência mas por cobardia. Afinal, o vil metal é o "chefe supremo" da Humanidade.

E assim se vão "engordando" bolsos ambiciosos, à custa da morte dos nossos filhos e, se fica impune.
O que me serve de consolo é que a justiça dos homens é cega mas, a Divina não perdoa e a Deus todos terão de prestar contas.

autoria de__ M.Cabral_pt®

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Maroussia às 01:06

Textos, Contos, Histórias e tantos mais denominadores comuns existentes, neste meu humilde - conteúdo - literário, prefiro chamar-lhes narrativas, talvez por serem "reais"... !!

Sexta-feira, 31.07.20

livros-sobre-marketing-digital-e-laptop.jpeg

Numa dinâmica mais pessoal, se assim lhe posso chamar,  na minha transcrição de textos,  vou denominá-la como:  ""Uma narrativa por dia"". Na sua grande maioria, salvo uma ou duas excepções, são "protagonizadas" por mim, logo são reais, e das quais sou autora (com os devidos direitos legais) !!

autoria de:  M.Cabral_pt®

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Maroussia às 18:01

O valor das Palavras, é incomparavél, nada as substitui mas...Devem usar-se, com muito cuidado... !!

Terça-feira, 28.04.20

copia.jpgby net

"Palavras" 

Gosto de com as palavras brincar
de vê-las alinhadas e perfiladas,
usá-las, para com elas demonstrar
sentimentos ou outras razões faladas.

Escrevo com as palavras, poemas
falo com elas de amor e de paixão,
retrato assim variadíssimos temas
com palavras tento chegar à solução.

Em charadas ou em palavras cruzadas
brinco e jogo com elas alegremente,
leio nelas tantas coisas engraçadas
e outras que me perturbam a mente.

Palavras, parecem não ter importância
mas, com elas tudo se transmite,
algumas, são de grande relevância
outras, parecem “carregar” dinamite.

Palavras, de amor ou de carinho
sentidas com alguma intensidade,
umas, vão-se ficando pelo caminho
outras, duram uma eternidade.

Com palavras também podemos magoar
assim sendo, há que saber como as dizer,
porque se as soubermos bem utilizar,
podemos evitar a quem as ouve, o sofrer.

Aquelas que se prendem na garganta
que por vezes não queremos divulgar,
será que é pela amargura ser tanta
ou apenas, por nos querermos calar.

Não calem as palavras no coração
porque há sempre tanto para dizer,
não deixem os problemas sem solução
para depois não se virem a arrepender.

Escolham sempre as palavras adequadas
todos nós o deveríamos saber fazer,
não haveriam tantas almas torturadas
e das Palavras só retirávamos prazer !!

®M.Cabral

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Maroussia às 23:47

Porque nunca gostei de dias pré-concebidos pelo Homem... hoje, é mais um dia, do pai. Feliz de quem o tem presente !!

Quarta-feira, 06.11.19

 

sombra pai0.jpg

”  PAI  “ 

Tu és a semente do meu ser

 foi em ti que eu primeiro nasci,

depois foi o amor a prevalecer,

nove meses depois eu apareci.

 

Queria tanto saber como dizer-te

todo o amor que sinto cá dentro

e  também queria agradecer-te

da minha vida cada momento.

 

És a luz que sempre me ilumina

quem melhor me indica o caminho,

és tu quem sempre me anima

com demonstrações de carinho

 

Trabalhas tanto para meu sustento

 porque queres que eu seja GENTE,

mas eu com pouco me contento

basta-me ter-te sempre presente.

 

E se apenas num o dia se celebra

e é sinónimo de tantas alegrias,                                      

eu sem querer quebrar qualquer regra

para mim, dia do Pai, são todos os dias !!
________________________
algures nos anos 70
®M.Cabral


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Maroussia às 19:38





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Novembro 2020

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930



O Tempo não pára... !!