Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MAROUSSIA

Um pouco de mim... Sobre o que sinto, ouço, escrevo e gosto !!

MAROUSSIA

Um pouco de mim... Sobre o que sinto, ouço, escrevo e gosto !!

15.10.20

100 anos ou eternamente ?? A existirem "Ídolos", deixo aqui uma das minhas "referências"... !!


Maroussia

 
Irreverencia, Humildade, Fama,  Infelicidade  (teve tudo e... também, nada). Idolatrada, amada por muitos, odiada por alguns mas,  pergunto-me... o Amor porque tanto ansiava e tantas vezes procurado, será que o conheceu e "viveu",  como gostaria?  

Neste Fado, quiçá, esteja a resposta...!!
 

Silêncio!
Do silêncio faço um grito
O corpo todo me dói
Deixai-me chorar um pouco.
De sombra a sombra
Há um Céu...tão recolhido...
De sombra a sombra
Já lhe perdi o sentido.
Ó céu!
Aqui me falta a luz
Aqui me falta uma estrela
Chora-se mais
Quando se vive atrás dela.
E eu,
A quem o céu esqueceu
Sou a que o mundo perdeu
Só choro agora
Que quem morre já não chora.

Solidão!
Que nem mesmo essa é inteira...
Há sempre uma companheira
Uma profunda amargura.
Ai solidão
De quem fora escorpião
Ai! solidão
E se mordera a cabeça!

Adeus!
Já fui para além da vida
Do que já fui tenho sede
Sou sombra triste
Encostada a uma parede.
Adeus,
Vida que tanto duras
Vem morte que tanto tardas
Ai, como dói
A solidão quase loucura.

 
Nota pessoal:  Existe muito para se entender neste "Grito da Alma"...!!

®M.Cabral 
 

30.09.20

Adeus Setembro, marcamos encontro (quiçá), para o próximo ano, que não tarda muito, está a bater-nos à porta ! Bem-vindo Outubro !!!


Maroussia

21570476_bEtaq.jpeg

Bom final de Setembro... que o novo mês - Outubro - venha provido de toda a tranquilidade, energia positiva e serenidade, que a Vida possa conceder-nos. Será, nesta perigosa "estrada" que estamos a atravessar, mais do que nunca, um acréscimo  muito importante e necessário.  

Atentem sempre, nos "pequenos" pormenores que surgem nos novos "caminhos"... em grande parte, são eles que contribuem para as grandes "revelações" da nossa Vida !

Jamais desvalorize o que é "pequeno", porque coisa alguma, nasce "grande" !!

autoria de__ M.Cabral_pt®

25.09.20

No Palco da Vida... !!


Maroussia

PALCO.jpg

A vida é um Palco, onde o "protagonismo" preenche os Egos, sendo que, são os actores secundários, que com a sua prestação, fazem em grande parte  "sobressair" o protagonista.

Sempre que puderem sejam felizes, basta somente saberem "acolher" com sentido de aprendizagem, o lugar que nos é distribuído no palco (vida), independentemente da sua "dimensão"...!!

No final, "todos" serão aplaudidos, igualmente !!


autoria de__ M.Cabral_pt®

14.09.20

Fique com alguém que te ame ! Utopias da nossa "existência", sentimentos não se "formatam" e nem tudo é assim tão linear... !!


Maroussia

Onde anda esse "alguém" ? 

Sempre foi a minha busca mas, descobri ao longo da minha existência, que apesar de todos os "caminhos" percorridos, esse "alguém" é pura utopia... e fica-se com outro "alguém", ao qual  nos acomodamos numa vivência a dois, com amor claro mas, construido numa continuidade de "momentos". Tudo na vida,  passa por uma contínua "construção". 

Renovamos a nossa vida e "geramos" uma família.  É essa  prioridade, que passa a ter importância. 

Nascem os filhos, os netos... a vida a passa rápidamente. Tudo o mais, "esfumou-se", numa busca que acabou por perder-se no Mundo dos Sonhos...!!

®M.Cabral

05.09.20

Mesmo que o relógio fique sem os ponteiros, que deixe de marcar as horas... o tempo não pára !!


Maroussia

27637000656_e6a0c85249_z.jpg

                             O tempo que não temos, porque temos tão pouco tempo... !!

Somos livres "dizem"... !! Como estão enganados ! Somos escravos do tempo, que o tempo nos concede.

Por isso revejam o vosso tempo de empréstimo e aproveitem sempre o máximo. Cada segundo vale por uma vida, e a vida se perde num segundo !!
 
®M.Cabral

03.09.20

Porque não "lutarmos" para que apesar de todas as contradições que a Vida nos impõe, tentar vivê-la o melhor que nos seja possível ?!


Maroussia

RERYEY.jpg

Sei que nos dias que correm,  não nos é fácil encarar a vida com o optimismo desejado. As tragédias com que somos confrontados,  mais nos colocam numa posição de repensar que, afinal a Vida não será aquilo que todos nós idealizámos.


Tomamos consciência de que nada somos, que de um momento para o outro tudo pára, tudo se modifica, até tudo pode acabar. Todavia, cruzar os braços, baixar a cabeça, fechar os olhos, de nada nos adianta, porque a vida vai continuando,  e nós vamos ter de a viver o melhor que pudermos.

Ao ler este belíssimo texto de Carlos Drumond de Andrade (um mestre de Sabedoria), pensei que seria apropriado transcreve-lo aqui, neste preciso momento, em que estamos mais fragilizados.

Se o lermos com muita atenção e meditarmos um pouco  sobre a sua "mensagem", penso  que  se  tornará muito mais  leve a  nossa maneira de encararmos o menos bom e, valorizar o que ainda conseguimos e podemos conservar, modificar e renovar.
 
®M.Cabral

"" De hoje em diante todos os dias ao acordar, direi :

Eu hoje vou ser Feliz !

Vou lembrar de agradecer ao sol pelo seu calor e luminosidade, sentirei que estou vivendo, respirando. Posso desfrutar de todos os recursos da natureza Gratuitamente. Não preciso comprar o canto dos Pássaros, nem o murmúrio das ondas do mar.
Lembrarei de sentir a beleza das árvores, das flores. Vou sorrir mais, sempre que puder. Vou cultivar mais amizades e neutralizar as inimizades.
Lembrarei de sentir a beleza das árvores, das flores. Vou sorrir mais, sempre que puder. Vou cultivar mais amizades e neutralizar as inimizades.
Não vou julgar os actos dos meus semelhantes ou companheiros. Vou aprimorar os meus.
Lembrarei de ligar para alguém para dizer que estou com saudades Reservarei minutos de silêncio, para ter a oportunidade de ouvir.
Não vou lamentar nem amargar as injustiças. Vou pensar no que posso fazer para diminuir seus efeitos. Terei sempre em mente que um minuto passado, não volta mais, vou viver todos os minutos proveitosamente.
Não vou sofrer por antecipação prevendo futuros incertos, nem com atraso, lembrando de coisas sobre as quais não tenho mais acção.
Não vou pensar no que não tenho e que gostaria de ter, mas em como posso ser feliz com o que possuo. E o maior bem que possuo é a  própria vida.
Vou lembrar de ler uma poesia e de ouvir uma canção, vou dedicá-las a alguém. Vou fazer alguma coisa para alguém, sem esperar nada em troca, apenas pelo prazer de ver alguém sorrir.
Vou lembrar que existe alguém que me quer bem, vou dedicar uns minutos de pensamento para os que já se foram para que saibam que serão sempre uma doce lembrança, até que venhamos a nos encontrar outra vez.
Vou procurar dar um pouco de alegria para alguém, especialmente quando sentir que a tristeza e o desânimo querem se aproximar.
E quando a noite chegar, vou olhar o céu, para as estrelas e para o luar e agradecer a Deus, porque...

Eu hoje fui Feliz ! ""
Texto de Carlos D. Andrade 

02.09.20

SalazarGalhães - O famoso "Magalhães" escolar, em versão arcaica ...!!


Maroussia

quadro de giz00.jpg

E porque a vida não é só feita de tristezas e de vez em quando faz bem um pouco de humor, não quis deixar de partilhar com quem por aqui passa, algo que encontrei e me trouxe boas memórias... afinal apesar de tudo, nem sempre ser como deveria, é muito bom ser criança, e melhor ainda é conseguir mantê-la dentro de nós...!!

Eu tive um que cuidava com muito bem. Muitas são as vezes que recordo com saudades, os meus tempos de escola.

Por certo que muitos de vós, tiveram um também. E lembram-se como funcionava ás mil maravilhas, por vezes, até com o "ecran" rachado. Vinha com prova dos nove "incluída" e tudo !!

Era o nosso "Magalhães" da altura, onde aprendemos muito e talvez melhor, apesar do "software" ser arcaico. Neste pelo menos os "erros" eram notados e emendados de imediato.

Eu ainda recordo bem, como se "formatavam" todos os dados e vocês ?? 

®M.Cabral

31.08.20

Com demasiada "controvérsia", desde as plausíveis às mais disparatadas opiniões, os Srs. do Mundo, tentam encontrar soluções mas, falham no tempo perdido nas disputas, de quem vai ser o melhor ... O "Homem" fica cego, e o Poder ganha ao bom sens


Maroussia

Covid-19.jpg
                                               " Ladrão sem rosto "

Com receio, até da minha própria sombra, sinto-me ...
Ameaçada...!!
Porque temo ser "atacada" sem defesas, sinto-me...
Violentada...!!
Tiraste-me à força, quase tudo o que tinha, sinto-me...
Roubada... !!
                                          
Sinto-me Ameaçada, Violentada, Roubada,
De temores estou plena, "presa" à solidão
Sem errar ou prevaricar, fui "condenada"
Passei a viver, numa "globalizada"... prisão.

Ameaçada... pelas notícias em todos os momentos
Violentada... pelas imagens que vejo a toda a hora
Roubada... em quase todos os meus sentimentos
Até quando ? era a resposta que eu queria... agora.

Amaldiçoado "Ladrão sem rosto" e... seus "comparsas"
Que  nos colocaram  no Inferno, nesta cruel realidade
Não olhas a meios, para espalhar as desgraças
Roubando-nos o Bem mais precioso... A Liberdade.

Separas, pessoas, amigos, famílias e até países
Atentas todos os dias contra à expressão dos afectos
Quase que perdemos o rumo das nossas raízes
Com o Desemprego a colocar em causa, os nossos "tectos".

Nesta precária situação, em impasse de morte ou vida 
Só peço um pouco de sorte,  nesta "situação"  malfadada
E queria poder ainda, porque me encontro tão  "perdida" 
Sentir livremente, o aconchego e a força de um... ABRAÇO !!  

®M.Cabral
 Nota: Passará muito tempo ate o Mundo se recompor mas... nada mais será como antes, vamos ter de mais uma vez... aprender a "viver" de novo !!

25.08.20

Pensando numa "reversão" - Futuro no passado - quiçá, nos daria muito mais do que aquilo que nos tiraria ... !!


Maroussia


Está tudo inserido no vídeo. Apenas me resta escrever, quem me dera, ter menos 15/20 anos, e ter conhecimento deste tipo de vida. (sem fanatismos ou crenças inquisitórias). A esta hora, talvez não estivesse aqui a teclar sobre o tema (solitariamente) mas, quiçá estaria a viver assim. Será que a solução da nossa "sobrevivência", como Seres Humanos, livres na acepção da palavra, não passará por voltar ás origens ?
Conforto resume-se a ter bens materiais ou a viver a Vida, pelo que ela é ? A Sociedade cosmopolita, que se afasta entre si, será melhor do que viver em partilha numa Comunidade sadia, claro que não falo de "seitas", até porque pelo que vi e ouvi, esta pauta-se pelo Ambiente, Vida Saudável e Natureza ?
Depois de pesquisar bem sobre o assunto, muito sinceramente, as interrogações vão diminuindo, à medida que os prós, se vão sobrepondo aos contras.
Muitos pensarão, que poderá ser algo um pouco promíscuo mas, avaliem bem e não se deixem "levar" pelas aparências. Há famílias normais, respeito, educação e o que marca a diferença, é que há inter-ajuda, o que mais falta faz na "nossa" Sociedade.
Além de tudo o mais, é um modo de povoar as aldeias e terrenos ao abandono, neste lindo Portugal. Sem regras políticas, mas sim com a regra mais importante: Conservação do Ambiente e retirar o máximo partido de toda a riqueza que a Mãe Natureza nos oferta todos os dias e que nós nem agradecemos.
Estou solidária com estas pessoas. Que não lhes falte a vontade de ir em frente, e quiçá não seja por acaso, que se encontram perto do trilho que faz o "caminho" de Santiago ... Dá que pensar... sendo que a Vida é feita de ciclos, será que estará um novo ciclo a começar, antes que seja tarde demais ? Fica a pergunta no ar... ?!!
 
®M.Cabral